Demandas da indústria 4.0 potencializam a exportação de máquinas e equipamentos

Entre 2020 e 2021, o crescimento das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos representados na FEIMEC foi de 31,8%, atingindo a marca de US$3,7 bilhões...

Fonte: Brazil Modal

No início deste mês, por meio do projeto setorial de exportação Brazil Machinery Solutions (BMS) – com apoio da Agência Brasileira de Promoção e Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) – diversas empresas tiveram a oportunidade de promover seus destaques do setor de máquinas e equipamentos durante a FEIMEC 2022. A feira é considerada a maior da América Latina para a promoção de tecnologia e tendências, produção e relacionamento para o setor industrial e realização de negócios.

Exportações em Alta

Entre 2020 e 2021, o crescimento das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos representados na FEIMEC foi de 31,8%, atingindo a marca de US$3,7 bilhões.

No último ano, o Brasil exportou US$1,1 bilhão para os Estados Unidos, seu principal parceiro comercial, que apresentou um crescimento de 6,3% em relação a 2020. Já as exportações para a China, outro importante parceiro de negócios, tiveram um aumento de 480,5% no período, atingindo o valor de US$353 milhões. Entre os países da América do Sul, a Argentina teve um volume de exportações na faixa de US$290 milhões, um incremento de 30,4% em 2021. Juntos, os três países somam cerca de 47% das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, foco do projeto de exportação.

Com a proposta de incentivar e divulgar a indústria brasileira de máquinas e equipamentos ao mercado internacional, o Projeto Imagem recebeu no evento um representante do Reportero Industrial, portal de notícias colombiano, focado em informações da América Latina sobre tecnologia e negócios industriais. A ação é desenvolvida pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), com apoio ApexBrasil, em parceria com a ABIMAQ.

A Colômbia é o nono maior importador de máquinas e equipamentos brasileiros, para onde o Brasil exportou US$ 94,6 milhões em 2021, um aumento de 24% na comparação com o ano anterior. Entre os 10 maiores importadores do setor em 2021, há diversos países da América Latina, como o Chile, que totaliza movimentação de US$ 231,4 milhões, o México com US$169,7 milhões, o Paraguai que importou US$125,1 milhões e o Peru, com um total de US$94,7 milhões.

Deixar uma resposta

PortugueseEnglish